-
24/12/2016 às 11h11

Policiais da Derrfva entregam doações ao Lar dos Idosos

Cidade e Cotidiano
Policiais da Derrfva entregam doações ao Lar dos Idosos
Gcom-MT

Amor e solidariedade, sentimentos demonstrados pelos policiais da Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos (Derrfva), durante a entrega de quase uma tonelada de doações, entre produtos de higiene, roupas e alimentos, destinados aos 90 idosos do Abrigo Bom Jesus de Cuiabá, na tarde de quinta-feira (22.12).

As doações foram coletadas desde o fim de novembro, durante uma campanha de Natal lançada pela Delegacia para arrecadação de fraldas geriátricas e outros produtos de higiene como papel higiênico, sabonetes, pasta de dente, escova de dente, desodorante, shampoo, lenços umedecidos.

Além das doações, os policiais da Delegacia, que atua fortemente na repressão a roubos e furtos de veículos automotores, separaram um pouquinho de tempo, para passar a tarde no abrigo, e doar carinho e atenção, maiores necessidade dos idosos.

Embalados pelo som de um bom rasqueado, tocado por uma banda que realiza trabalhos no abrigo, os policiais da Derrfva conversaram, dançaram a ofereceram um lanche aos idosos, montado de acordo com as orientações da nutricionista da unidade.

O delegado Vitor Hugo Bruzulato Teixeira disse que a campanha de Natal visa não só ajudar quem precisa, mas também tirar os policiais da rotina estressante de trabalho, além de sensibiliza-los para o papel social da Polícia, mostrando que é possível ajudar o próximo além da atuação na Segurança Pública.

“Entramos em contato com a coordenação do abrigo, que mostrou essa necessidade e diante disso abraçamos esse lar, para ajudar nessa época de Natal. No início, a campanha tinha o objetivo de receber materiais de higiene pessoal, com a sensibilização de todos, ultrapassamos as expectativas e arrecadamos além desses materiais, roupas e alimentos”, disse.

Voluntária do lar há 38 anos, a atual presidente do Abrigo Bom Jesus de Cuiabá, Cleide Miranda de Oliveira, disse que mesmo com o repasse do município, as doações são fundamentais para o funcionamento da casa que mantém 90 idosos e atua com 50 funcionários, entre cuidadores, psicólogos, nutricionista e enfermeiras.

Apesar das dificuldades, Cleide acredita que esse foi um ano abençoado. Ela falou sobre a alegria de receber a equipe da Derrfva e contou que muitos idosos perguntaram o que estava acontecendo, quando viram as viaturas da Polícia chegando ao abrigo.

“O trabalho realizado hoje pela Polícia Civil emocionou todos aqui. As pessoas veem a polícia somente com a função de repressão. Mas devemos lembrar que apesar da profissão, o policial não deixa de ser humano”, destacou.