-
26/01/2017 às 10h43

Esquema envolvendo Eike teria ocultado US$ 100 milhões no exterior

Brasil
Esquema envolvendo Eike teria ocultado US$ 100 milhões no exterior
Reuters

Operação deflagrada nesta quinta-feira (26) investiga os crimes de lavagem de dinheiro

O esquema de lavagem de dinheiro investigado pela Operação Eficiência, deflagrada nesta quinta-feira (26) pela Polícia Federal como desdobramento da Lava Jato, apura a ocultação no exterior de US$ 100 milhões, algo em torno de R$ R$ 316 milhões.

De acordo com o G1, boa parte desse dinheiro já foi repatriada. A Eficiência cumpre nove mandados de prisão preventiva, quatro de condução coercitiva e 22 de busca e apreensão, todos no Rio de Janeiro. Os documentos foram autorizados pela 7ª Vara Federal Criminal, através do juiz Marcelo Brêtas.

O principal alvo da operação é o empresário Eike Batista, que teria pago propina ao governo Sérgio Cabral. A Polícia Federal foi até a casa dele, mas não o encontrou no local. Segundo o advogado do ex-bilionário, o dono do grupo EBX está no exterior, mas se entrega quando voltar ao Brasil.