-
02/01/2017 às 09h11

Valor de passagens é reajustado no Distrito Federal e revolta usuários

Brasil
Valor de passagens é reajustado no Distrito Federal e revolta usuários
Divulgação

Novos preços foram anunciados na sexta-feira (30) e já passam a valer a partir desta segunda-feira (2)

O valor das passagens de transporte no Distrito Federal foram reajustados de R$ 2,25 para R$ 2,50 nas linhas circulares e alimentadoras do BRT; de R$ 3 para R$ 3,50 em linhas metropolitanas "curtas"; e de R$ 4 para R$ 5 no restante das linhas, além do metrô.

De acordo com o portal G1, a nova tarifa foi anunciada na sexta-feira (30) e já passa a valer a partir desta segunda-feira (2). É o segundo aumento nos preços do transporte desde o início do governo Rodrigo Rollemberg.

O transporte público é parcialmente subsidiado pelo Governo do Distrito Federal (GDF). A medida pegou os usuários de surpresa e há ameaça de protesto. As empresas de ônibus alegam ter R$ 195 milhões a receber do Executivo, de dívidas antigas. Já a Secretaria de Mobilidade fala que o valor é de R$ 128 milhões.

Com o aumento, o GDF diz esperar economizar R$ 180 milhões no subsídio ao transporte público. "Consideramos que o sistema de tarifas é equilibrado com relação à nossa posição no Brasil", declarou o secretário de Mobilidade, Fábio Damasceno, ao anunciar o aumento.

Na manhã desta segunda, a recém-empossada Mesa Diretora da Câmara Legislativa deve se reunir para discutir uma "reação" às novas tarifas.