-
23/02/2021 às 14h50

Custeio Agro Antecipado é ampliado para R$ 12 bilhões

Agronegócio
Custeio Agro Antecipado é ampliado para R$ 12 bilhões

Caixa anuncia R$ 12 bilhões em recursos para o custeio antecipado do agronegócio.


 

A Caixa Econômica Federal anunciou, nesta segunda-feira (22), a ampliação do Custeio Agro Antecipado para R$ 12 bilhões.  


O presidente do banco, Pedro Guimarães, informou que já foram emprestados R$ 8 bilhões desde dezembro de 2020, e a expectativa é ter os 100% dos R$ 12 bilhões emprestados até o final de março ou início de abril. 


Em live com a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, o chefe da Caixa declarou: 


“Queremos beneficiar todos os segmentos, mas sem dúvida o pequeno agricultor, do Pronaf, é fundamental, porque a Caixa é o banco de todos os brasileiros, em especial dos mais humildes.” 


Os recursos estão disponíveis para custeio, comercialização, industrialização e também para investimento.   


A ministra Tereza Cristina comemorou o fato de a Caixa estar entrando cada vez mais no setor agropecuário: 


“É mais um banco com agilidade e capilaridade para emprestar para os agricultores e pecuaristas. O setor está trabalhando cada vez mais, mas o ponto crucial para continuar crescendo é o crédito, especialmente para os pequenos produtores.” 


Guimarães disse ainda que a carteira de crédito da Caixa para o agro já aumentou quatro vezes desde o início do governo, e o objetivo é chegar a R$ 40 bilhões ao final de 2022, o que representará um aumento de dez vezes a carteira da caixa no setor agropecuário no início da gestão. 


As taxas para os produtores do Pronaf são de 2,75% ao ano, para os do Pronamp são de 4% ao ano e demais produtores de 5% ao ano.