-
17/04/2017 às 13h52

Governo da Turquia deve estender estado de emergência

Mundo
Governo da Turquia deve estender estado de emergência
Turquia: mais de 40 mil pessoas foram presas e cerca de 100 mil foram demitidas graças ao estado de emergência (Murad Sezer/Reuters)
A Turquia declarou o Estado de Emergência para facilitar a busca pelo militantes da oposição

Um dia após ganhar um referendo que expandiu os poderes presidenciais, o governo da Turquia está focado em estender o Estado de Emergência em vigor por mais três meses.

O Conselho de Segurança Nacional da Turquia deve se reunir nesta segunda-feira para recomendar a extensão da medida, que estava prevista para terminar no dia 19 de abril. Após a reunião, o governo de Recep Tayyp Erdogan deve se encontrar, provavelmente endossando a decisão.

A Turquia declarou o Estado de Emergência para facilitar a busca pelo militantes da oposição, que apoiam o clérigo muçulmano Fethullah Gulen, que vive nos Estados Unidos e que o governo turco responsabiliza pela tentativa de golpe em julho de 2016.

Os críticos do governo afirmam que o Estado de Emergência é utilizado para retirar o direitos constitucionais de outros membros da oposição.

Mais de 40 mil pessoas foram presas e cerca de 100 mil foram retiradas de empregos em cargos públicos devido ao Estado de Emergência.

Fonte: Associated Press.