-
16/12/2019 às 13h48

Jane Fonda incita ‘desobediência civil’ no Brasil

Brasil
Jane Fonda incita ‘desobediência civil’ no Brasil
Reprodução Internet

“É hora de aumentar o ativismo, o que significa apelar pra desobediência civil”, diz a atriz norte-americana.


A atriz e extremista climática, Jane Fonda, 81 anos, ganhou a oportunidade de fazer um chamado por desobediência civil no Brasil durante entrevista ao programa “Fantástico”, da emissora Rede Globo.


Em horário nobre, Fonda disse que sentia muito orgulho de ter sido detida algumas vezes pelas autoridades em protestos contra as mudanças climáticas.


A atriz recebeu uma equipe do programa em Washington D.C, onde está morando temporariamente. Durante a entrevista, ela acusou o presidente da República, Jair Bolsonaro, de estar queimando a Amazônia:


“Vocês no Brasil estão na mesma situação que nós aqui. Vocês têm a Floresta Amazônica, que o presidente está permitindo que seja queimada. Então, a desobediência civil é uma coisa que vocês também podem fazer.”


Jane Fonda acrescentou:


“Mas eu reconheço que é mais difícil porque o governo brasileiro está disposto a usar violência.”


Apesar das acusações de Jane, o mês de outubro de 2019 no Brasil apresentou o menor número de queimadas na Amazônia desde o início do monitoramento do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), em 1998.