-
24/12/2016 às 11h52

PF prende ex-tesoureiro da Caixa suspeito de desviar R$ 2,5 milhões

Justiça
PF prende ex-tesoureiro da Caixa suspeito de desviar R$ 2,5 milhões
reprodução

Suspeito se preparava para curso de mergulho quando foi localizado em SC, Homem foi preso em Balneário Camboriú e levado para delegacia de Itajaí.


A Polícia Federal (PF) prendeu em Balneário Camboriú, no Litoral Norte de Santa Catarina, um ex-tesoureiro da Caixa Econômica Federal (CEF) suspeito de desviar R$ 2,5 milhões do banco em agosto deste ano. Ele foi localizado quando se preparava para um curso de mergulho. A prisão na noite de quinta-feira (22) faz parte da Operação Wolverine.

Segundo a PF, quando foi abordado, o homem apresentou documentos falsos. Ele foi preso em flagrante, levado para a Delegacia de Polícia Federal em Itajaí, no Vale, e indiciado por peculato e uso de documento falso.

Por meio da assessoria de imprensa, a Caixa informou que vai contribuir com as investigações da PF.

Segundo as investigações, o ex-tesoureiro levou dinheiro escondido em bolsas de viagem durante uma confraternização dos funcionários da agência em que trabalhava, às vésperas de um feriado relacionado aos Jogos Olímpicos Rio 2016. No dia seguinte, ainda conforme a PF, ele teria substituído sua foto em uma rede social pela do personagem Wolverine.

O suspeito era ex-tesoureiro de uma agência da Caixa em Campo Grande, zona oeste do Rio de Janeiro e estava foragido. Parte do valor desviado foi recuperado, conforme a PF.