-
05/02/2017 às 17h16

Avalanches afegãs causam a morte de 100 pessoas

Mundo
Avalanches afegãs causam a morte de 100 pessoas
REUTERS/Omar Sobhani

O governo declarou feriado público neste domingo, dia normal de trabalho no Afeganistão

Mais de 100 pessoas morreram em uma série de avalanches provocadas em três dias de fortes nevascas no Afeganistão, 50 delas em uma única aldeia, segundo disseram as autoridades do país neste domingo (5), alertando que o número de mortos poderia aumentar ainda mais.

As avalanches ocorreram após três dias de fortes nevasca, que destruíram dezenas de casas e bloquearam estradas principalmente nas províncias central e nordeste do país, dificultando o acesso das equipes de resgate às aldeias atingidas.

A maior parte das mortes, no entanto, ocorreu na remota província de Nuristan, onde pelo menos 50 pessoas foram mortas em uma única aldeia.

"Avalanches enterraram duas aldeias inteiras no distrito de Bargmatal; 50 corpos foram recuperados de uma aldeia enquanto os socorristas estão tentando alcançar a outra aldeia", disse um porta-voz do governo à AFP.

Outras 54 pessoas foram mortas em províncias do norte e centro do Afeganistão, onde as avalanches destruíram 168 casas e mataram centenas de animais, de acordo com as autoridades locais.

O governo declarou feriado público neste domingo, dia normal de trabalho no Afeganistão, para evitar viagens não essenciais e assegurar que as escolas fiquem fechadas. (SputnikBrasil)