-
15/02/2017 às 10h14

EUA e Coreia do Sul dizem que Kim Jong-un ordenou morte de irmão

Mundo
EUA e Coreia do Sul dizem que Kim Jong-un ordenou morte de irmão
Reuters

Uma das duas suspeitas do assassinato foi detida na Malásia

Uma das duas mulheres suspeitas de matar Kim Jong-nam, meio irmão do ditador norte-coreano Kim Jong-un, foi capturada após análise das câmeras de segurança do Aeroporto Internacional Malásia Kuala Lumpur, segundo informou nesta quarta-feira (15) o comitê de inteligência da Coreia do Sul. As suspeitas teriam agido sob as ordens do ditador, que teria encomendado o assassinato do irmão.

O governo dos Estados Unidos disse “acreditar firmemente” que foram agentes da Coreia do Norte os responsáveis pelo assassinato de Kim Jong-nam, de acordo com matéria divulgada pela Veja.

As autoridades malaias aguardam o resultado da autópsia no corpo da vítima para divulgar a causa da morte. Até então, a suspeita é que as mulheres tenham usado um poderoso veneno, que fez com que Kim Jong-nam fosse encontrado agonizando no banheiro do aeroporto, segundo informou Lee Cheol Woo, presidente da Comissão de Inteligência da Assembleia Nacional da Coreia do Sul.

Kim Jong-nam morreu na manhã da última segunda-feira (13), Aeroporto Internacional Malásia Kuala Lumpur, na Malásia.