-
19/01/2017 às 09h41

356 mil será o gasto do Governo Federal com produtos de padaria

Política
356 mil será o gasto do Governo Federal com produtos de padaria
reprodução

A Presidência da República prevê um gasto de R$ 356 mil para comprar produtos de padaria, hortifrutigranjeiros e outros alimentos nos próximos 12 meses. Três pregões foram abertos para registrar preços de comidas que vão abastecer as copas do Palácio do Planalto e serão servidas em eventos.

Por 2.000 pacotes de pão de forma, por exemplo, o governo se dispõe a pagar até R$ 25.800 (R$ 12,90 cada um). Para ter 50 kg de brioches na despensa, o palácio aceita dar até R$ 27 no quilo do pãozinho (R$ 1.350 no total). A lista de compras possui ainda itens como pães de queijo, queijos variados, vegetais, ovos e frutas —incluindo 2.500 abacaxis. As empresas que registrarem os menores preços serão acionadas sempre que o palácio precisar do fornecimento.

Licitação cancelada

Há alguns dias, após a repercussão negativa, o governo cancelou uma licitação que previa a compra de alimentos de alto padrão para abastecer o avião do presidente Michel Temer, com gastos superiores a R$ 1,7 milhão.

Eram sorvetes de marcas famosas, sucos, pães especiais, refeições com direito a entrada, prato principal e sobremesas, cápsulas de café, sanduíches, entre outros. Em seu Twitter, o ministro Eliseu Padilha (Casa Civil) disse que houve “orientação presidencial” para o cancelamento do pregão.

A licitação, que ocorreria em 2 de janeiro, definiria a empresa que ficaria responsável pelo serviço de bordo do avião presidencial por um ano. O edital previa a compra de mais de 170 itens alimentícios, entre eles, cinco tipos de sorvetes e outros cinco sabores de picolés.

Com informações de Noticias ao Minuto