-
30/01/2017 às 15h33

Emanuel quer Prefeitura mais próxima da população e saúde humanizada

Política
Emanuel quer Prefeitura mais próxima da população e saúde humanizada
Foto: Tchélo Figueiredo

Durante entrevista ao Programa Ponto de Vista -TV Brasil Oeste (TBO), na noite deste domingo (30), o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, respondeu dúvidas do telespectador cuiabano, fez um balanço do primeiro mês frente ao Alencastro e destacou o desafio de administrar a Cuiabá dos 300 anos, seguindo seu principal objetivo e promessa de campanha que é  ser um gestor sensível e próximo da população.

“Quero que a população sinta que o prefeito está sempre por perto e acredita na potencialidade do cidadão cuiabano. A Cuiabá dos 300 anos merece um gestor que se preocupa com seu povo e está sempre presente na vida da cidade”, afirmou.

Acompanhe os principais assuntos elencados na entrevista:

Salários dos servidores

A fim de tranquilizar os servidores municipais e espantar boatos de alterações na data de pagamento da folha salário, Emanuel esclareceu que a única mudança determinada por ele foi a da data de pagamento do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano). Conforme ele, o adiamento do vencimento, agora estabelecido para o dia 11, foi uma maneira de facilitar a vida do servidores do Estado, que recebem no dia 10 de cada mês.

“Salário do servidor é algo sagrado e obrigação do gestor pagar em dia. O servidor público é o maior patrimônio da administração municipal e quem me ajudará a melhorar a vida de mais de 700 mil cuiabanos. Garanto a quitação da folha salarial sempre no último dia útil de cada mês, bem como o pagamento da RGA, que não é reajuste nem aumento, mas sim um direito constitucional”, garantiu.

Obras paralisadas

O prefeito comentou também sobre as diversas obras paralisadas em Cuiabá. Emanuel ressaltou que, desde que a nova gestão assumiu, ele e seu secretariado têm realizado uma série de vistorias, com o intuito de conhecer o real estado de cada serviço incompleto.

“Estou visitando todas essas obras e já determinei tolerância zero a esses casos. Vamos criar um plano emergencial para que essas obras sejam entregues o quanto antes. Nenhuma outra será iniciada até que as mesmas estejam finalizadas”, garantiu.

Saúde

Dentro do tema saúde, o gestor voltou a garantir que trabalhara incansavelmente para assegura a população um atendimento mais humanizado. De acordo com o prefeito, esse é um dos pontos fundamentais naquilo que ele planeja para a Cuiabá dos 300 anos. Nesse sentido, Emanuel relata que atuará firmemente na retomada das obras do novo Hospital Pronto Socorro de Cuiabá.

“Nas visitas que faço, tenho conhecido a realidade vivida pela população. Temos visto o caos vivido, não só por aqueles que procuram atendimento, mas também pelos servidores que sofrem com a falta de condições de trabalho. É inadmissível que a Cuiabá dos 300 anos passe por isso. Vamos trabalhar para garantir melhores condições de trabalho aos servidores, para que eles possam também oferecer uma saúde humanizada”, disse.

Segurança

No tema segurança, o prefeito de Cuiabá afirmou que no ano de 2018, além de realizar um concurso para Guarda Municipal, irá buscar uma parceria como o programa “Jornada Voluntária”, da Polícia Militar, a fim de implantar na Capital o projeto “Anjos da Guarda”. A ação visará atuar de forma mais intensa em escolas situadas nos bairros mais violentos do município.

Asfalto

Também para 2018, Emanuel garantiu que irá em busca de recursos para colocar em prática um grande programa de pavimentação, contemplando toda a cidade. No entanto, o prefeito ressaltou que, enquanto o projeto não possa ser implantado, a Prefeitura trabalhará para garantir a melhor infraestrutura possível para a população.

Emanuel lembrou que, na última sexta-feira (27), a Secretaria de Obras Públicas, lançou a operação “Tapa-buraco”, que atuará com seis equipes espalhadas pelas regiões Norte, Sul, Leste e Oeste, eliminando mais de 44 mil buracos detectados na Capital. A operação tem investimento de R$ 1,2 milhões de recursos municipais e deve ser concluída até maio deste ano.