-
31/01/2017 às 15h43

Janaina classifica como imoral ida de irmão de Wilson Santos para AL

Política
Janaina classifica como imoral ida de irmão de Wilson Santos para AL
Foto: reprodução

A deputada estadual Janaina Riva (PMDB) classificou como “imoral” a futura nomeação de Elias Santos, irmão do deputado estadual Wilson Santos (PSDB), para o cargo de secretário de Recursos Humanos da Assembleia Legislativa (AL).

 

“Como deputada eu acredito que seja no mínimo contrassenso contratar uma pessoa com histórico de coação a servidor para uma secretaria que lida com pessoas. É no mínimo imoral”, disse a peemedebista ao Única News.

 

Elias Santos ficou conhecido, no ano passado, durante o período eleitoral, quando foi denunciado por ameaçar e intimidar servidores da Companhia Mato-grossense de Mineração, a Metamat, a votarem em Wilson nas eleições para prefeitura de Cuiabá.

 

O irmão do deputado presidia a Metamat, autarquia do Governo Pedro Taques que tinha Wilson Santos como candidato escolhido e apoiado pelo chefe do Executivo.

 

Ilegalidade

 

Janaina ainda levanta a suspeita de nepotismo quanto a ida de Elias para a Assembleia, já que seu irmão, mesmo à frente da pasta de Cidades da gestão Taques, ainda possui mandato de deputado, em licença.

 

“Eu não sei se cabe a hipótese de nepotismo cruzado, mas se não for ilegal, é no mínimo imoral”, apontou a parlamentar.


Wilson, inclusive, já anunciou que irá retornar ao Legislativo, em março de 2018, para disputar a reeleição de deputado. Neste caso, o nepotismo fica configurado pelo grau parentesco com o futuro secretário de Recursos Humanos da AL.

 

Nos bastidores, o rumor é que a ida de Elias para a Casa de Leis foi articulada pelo próprio Wilson Santos que teria pressionado o novo presidente da Assembleia, Eduardo Botelho (PSB), para emplacar seu irmão em algum cargo.

 

Deputados    

 

A suposta pressão não foi vista com ‘bons olhos’ por alguns parlamentares e o comentário é que no mínimo 10 deputados são contrários a nomeação.

 

A insatisfação do grupo teria sido levada à Botelho na tentativa de inviabilizar o nome de Elias na pasta de Recursos Humanos da AL.

 

Caso confirmado a ida, Santos substitui Benedito Palmeira Neto, atual gestor da secretaria. 

 

Servidores

 

Segundo Janaina, a notícia do novo secretário já causa insegurança entre os servidores do poder Legislativo. “Elias Santos numa pasta de Gestão de Pessoas já está gerando, dentro da Assembleia Legislativa, nos servidores uma instabilidade e uma insegurança tremenda”, revelou.

 

A parlamentar ainda vê “coleguismo” nas práticas de políticos empregarem parentes de outros. “Isso tem que acabar. Eu acredito que os maus exemplos     eles precisam ser coibidos. É extremamente infeliz essa nomeação”, finalizou Janaina