-
31/12/2016 às 10h37

Mauro entrega Parque das Águas Júlio Domingos de Campos e fecha gestão "com chave de ouro"

Política
Mauro entrega Parque das Águas Júlio Domingos de Campos e fecha gestão
Parque das Águas, sem dúvida, é um dos mais belos cartões-postais de Mato Grosso (reprodução)

Sem muito alarde, será inaugurado na noite desta sexta-feira (30), o Parque das Águas Júlio Domingos de Campos, o ‘Seo Fiote’. E já com a denonomição de ser a 'menina dos olhos' do prefeito Mauro Mendes - pois a obra vem sendo considerada um marco da sua gestão.

 

O espaço com uma área de lazer de 270 mil m² - construído no entorno da Lagoa Paiaguás, próximo à Assembleia Legislativa -se torna a mais nova opção de lazer para os cuiabanos e, sem dúvida, um dos mais belos cartões-postais de Mato Grosso.

 

Com o nome da obra homenageando o patriarca da família Campos, mais conhecido por 'Seo Fiote', pai dos ex-governadores Júlio e Jaime Campos (DEM), Mendes ainda quis fazer uma reverência, para além do patriarca, mas também ao empresário e, sobretudo, a um  homem que conseguiu a proeza política de ser vereador, presidente da Câmara e prefeito de Várzea Grande por dois mandatos. 

 

Inicialmente orçada em R$ 10 milhões, a obra do parque recebeu - por meio do decreto n° 6.034 de 06 de junho de 2016 -, uma  suplementação de R$ 3,370 milhões e chega a um custo final de R$ 14 milhões. O investimento para a construção do parque veio da Fonte 100 (recurso resultante da arrecadação de impostos, após as transferências da parte devida aos Estados aos Municípios), dentro da parceria entre o município de Cuiabá e o Governo do Estado.

 

O projeto do Parque das Águas foi lançado no final de 2013, mas as suas obras só foram iniciadas em setembro de 2015; e foi tocado pela empresa Material Forte, após vencer licitação feita pela prefeitura de Cuiabá.

 

De acordo com o secretário Municipal de Cultura, Alberto Machado, o parque está sem 100% pronto. Assim, só não serão entregues nesta sexta, as quatro áreas de concessão - que englobam dois restaurantes, um Food Park, além dos estacionamentos com capacidade para 600 veículos -, cujos proprietário passam a ser responsáveis pela manutenção financeira do parque. 

 

Mas a entrega hoje contêm, ainda segundo Machado, atrações como o Túnel de Água e o Splash Zone. O Túnel de Água possui extensão de 14 metros e o visitante passa pelo túnel e, a água - que muda de cor conforme a incidência das luzes -, passa por cima. Já o Splash Zone prevê jatos de água de até 10 metros de altura, saindo do chão de forma aleatória. Além de 1.500 metros de pista de corrida e caminhada; 1.600 metros de ciclovia. 

 

Ficando para ser entregue daqui no máximo 20 dias, já pelo novo prefeito Emanuel Pinheiro (PMDB), a fonte pricipal -  Show das Águas -, que não foi concluída a tempo para a inauguração, devido à complexidade da instalação dos equipamentos, agravada pelas chuvas que têm caído nos últimos dias. 

 

Pronta, ela será o principal atrativo do parque, com jatos de água com até 70 metros de altura, iluminados por luzes coloridas, que irão “dançar” acompanhando o ritmo das três músicas que compõem cada apresentação. A programação inclui 20 músicas diferentes e cada uma possui sua própria coreografia e interpretação.

 

Onde os visitantes poderão conferir um espetáculo único com fontes luminosas no centro da lagoa, que possui 80 mil metros quadrados de lâmina d’água. Além de um mirante com altura de 25 metros, que é uma réplica da Torre Eiffel (localizada em Paris) e o acesso ao topo será possível tanto por escada, como por elevador. 

 

Orgulhoso com o resultado do trabalho, o secretário Alberto Machado revela ainda que a entrega do parque finaliza 'com chave de ouro' a gestão de um prefeito que teve a coragem de 'tocar' projetos de grande magnitude, dando a Cuiabá, a contemporaneidade necessária a uma Capital prestes a completar 300 anos.

 

"Posso ir para casa com a certeza do dever cumprido, pois além do parque ainda esteve sob nossa coordenação o parque Tia Nair e o Complexo Dom Aquino. Sem falar da honra de ter trabalhado ao lado do prefeito Mauro Mendes que administrou Cuiabá, realizando ações muito além de seu tempo'  

 

Homenagem

 

O patriarca da família Campos, Júlio Domingos de Campos, o “Seo Fiote”, que dará o nome ao novo parque, receberá agora em janeiro uma intensa agenda de comemorações pelo seu centenário. Seu Fiote morreu aos 90 anos, no dia 21 de setembro de 2007.

 

Casado com Amália Curvo de Campos, Fiote deixou 10 filhos, 23 netos e seis bisnetos. Uma de suas rotinas era passar os finais de semana em sua propriedade rural em Jangada, onde o filho Benedito Pauto Campos foi prefeito.

 

Dono de uma tradicional história política , o patriarca dos Campos se tornou referência política na época do bipartidarismo entre PSD e UDN. Aliado de Filinto Müller e João Ponce de Arruda, ambos do PSD, Júlio foi cortejado pelos udenistas, mas nunca aceitou trocar de lado.

 

Júlio Domingos de Campos - considerado o pilar da família -, deixou o exemplo do legado político aos membros da família e, possivelmente, é o único homem no país que foi pai de dois prefeitos, dois governadores e dois senadores. E apesar da ligação com Várzea Grande, onde foi prefeito, ‘Seo Fiote’ residia em Cuiabá, na rua 24 de Outubro, no centro de Cuiabá.