-
03/02/2017 às 10h28

Nepotismo no Alencastro: Prefeito dá “bronca” em secretários: “Não aceito deslize ético”

Política
Nepotismo no Alencastro: Prefeito dá “bronca” em secretários: “Não aceito deslize ético”
Foto: Marcus Mesquita/MidiaNews

Mabel Strobel e Leovaldo Sales nomearam parentes na Secretaria de Ordem Pública


O prefeito Emanuel Pinheiro (PMDB) afirmou que não irá tolerar qualquer tipo de deslize “ético ou moral” por parte de sua equipe, a exemplo do caso envolvendo a nomeação de parentes de seus secretários em algumas pastas da administração municipal.
 
Na última semana, o MidiaNews tornou pública a nomeação de dois sobrinhos da secretária de Educação Mabel Strobel para cargos na pasta de Ordem Pública.

Felipe Strobel e Kalyna Strobel iriam atuar como coordenador de TI e Comunicação e Assistente, respectivamente, na Secretaria de Ordem Pública, mas acabaram sendo exonerados pelo prefeito, após ele tomar conhecimento dos “laços de parentesco” com a secretária Mabel, o que configura prática de nepotismo.
 
Além disso, também foi exonerado o servidor Leonei Sales Pereira, parente do coronel da Polícia Militar (PM) Leovaldo Emanoel Sales da Silva, que responde pela Secretaria de Ordem Pública.
 
“Já conversei e vou conversar demoradamente com os secretários, principalmente aqueles envolvidos nestes casos. Não vou admitir qualquer deslize ético ou moral que comprometa a imagem da minha gestão”, disse Emanuel.
 
“Já dei um puxão de orelha nos secretários e vou dar de forma mais contundente, de forma mais detalhada, mais pormenorizada, pois teremos tempo de conversar”, afirmou.
 
Emanuel disse que a “bronca” vai ser dada em uma reunião com todo seu staff, marcada para hoje.
 
Na oportunidade, ele também conversará com os secretários sobre os resultados dos primeiros 30 dias de gestão.
 
“Não me informaram”
 
O prefeito afirmou ainda que só tomou conhecimento do parentesco entre os nomeados e os secretários por meio da imprensa.
 
“São centenas de nomeações. Da forma como foi feito eu não estava sabendo, me informaram que era para melhorar e garantir os trabalhos da equipe, como eu determinei, que montasse uma equipe com condição de dar toda sustentação aos secretários. No entanto, não me informaram esse laço de parentesco”, disse.
 
“Mas, da mesma forma que não me informaram, fui informado pela imprensa. E o papel da imprensa, sempre vigilante, vai me auxiliar muito a errar menos e acertar cada vez mais”.
 
Por fim o prefeito afirmou não acreditar que o episódio tenha gerado desgaste a sua gestão.
 
“Bom não foi, mas desgaste não creio que tenha havido, porque tomei uma atitude imediata. A minha reação foi pronta e imediata, evitando qualquer possibilidade de se manter a prática do nepotismo ou do nepotismo cruzado na minha gestão”, concluiu.