-
09/02/2017 às 11h05

No WhatsApp, Bolsonaro diz que não irá visitar filho na Papuda

Política
No WhatsApp, Bolsonaro diz que não irá visitar filho na Papuda
Jair Bolsonaro teve conversa com o filho, pelo WhatsApp, divulgada por meio de uma foto (Lula Marques/Facebook)

Fotógrafo registrou uma imagem do celular de Jair Bolsonaro, em conversa com o filho Eduardo Bolsonaro, no dia da votação para a presidência da Câmara

Na eleição para presidente da Câmara, no último dia 2 de fevereiro, o deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) teve apenas quatro votos e terminou na última colocação entre os seis que pleiteavam o cargo. Ele não teve nem mesmo o voto do filho, Eduardo Bolsonaro (PSC-SP), que não compareceu à sessão.

No dia da votação, no plenário, o fotógrafo Lula Marques, registrou uma imagem do celular de Jair Bolsonaro. Nele, uma conversa dura com o filho, por meio do aplicativo WhatsApp.

O registro começa assim. “Papel de filho da puta que você está fazendo comigo. Tens moral para falar do Renan? Irresponsável (Jair tem um filho chamado Renan)”.

A cobrança continua: “Mais ainda, compre merdas por aí. Não vou te visitar na Papuda”.

O pai ainda se mostra preocupado com o que o filho estaria fazendo naquele momento.

“Se a imprensa te descobrir aí, e o que está fazendo, vão comer seu fígado e o meu. Retorne imediatamente”.

Somente aí Eduardo Bolsonaro responde para o pai. E não gostou de ser comparado com o meio-irmão.

“Quer me dar esporro tudo bem. Vacilo foi meu. Achei que a eleição só fosse semana que vem. Me comparar com o merda do seu filho , calma lá”.

A imagem termina com uma pergunta do pai. “Voto em JHC ou João Fernando Coutinho?”