-
09/01/2017 às 12h59

Sefaz abre inquérito para investigar empresa alvo na Rêmora

Política
Sefaz abre inquérito para investigar empresa alvo na Rêmora
(Foto: Reprodução)
A Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz-MT) instaurou um processo administrativo contra a empresa Complexx Tecnologia LTDA para apurar uma suposta quebra de contrato, devido a não realização de serviços no órgão.
 
De acordo com a denúncia, a empresa assinou contrato de quase R$ 100 mil para prestação de serviços especializados de manutenção preventiva e corretiva nos sistemas, equipamentos e instalações lógicas, elétricas e telefônicas.
 
A empresa foi citada pelo delator da operação Rêmora, o empresário Giovani Guizardi. O Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco) desencadeou a operação que investiga um esquema de fraudes em licitações na secretaria.
 
 
Em delação premiada, Guizardi afirmou que a Complexx integrava parte do núcleo de empresários do esquema e teria firmado um contrato em 2014 com a Seduc por dispensa de licitação. Conforme o empresário, cerca de R$ 400 mil seriam pagos à empresa mensal.
 
 
O secretario da pasta Marcos Mahafon, declarou que o acordo foi desfeito em agosto de 2016, antes do empresário se tornar delator do processo.