-
10/01/2017 às 11h20

Temer diz que foi levar condolências dos brasileiros

Política
Temer diz que foi levar condolências dos brasileiros
Reprodução / Twitter / Palácio do Planalto

Após o breve pronunciamento, Temer não quis falar com a imprensa

O presidente brasileiro Michel Temer teve um breve encontro com o presidente português, Marcelo Rebelo de Sousa, no Palácio Nacional de Belém, em Lisboa, nesta terça-feira (10). Temer está em Portugal para acompanhar o funeral do ex-presidente Mário Soares.

Acompanhado do ex-presidente José Sarney, Temer afirmou que "vim trazer as condolências do povo brasileiro aos portugueses". Em um rápido pronunciamento à imprensa brasileira, Temer lembrou que Mário Soares ajudou a estreitar os laços entre os dois países.

"Este nosso gesto vai reforçar a ligação entre Brasil e Portugal, enaltecida ao longo do tempo pela figura exponencial de Mário Soares", declarou. Por fim, revelou que trazia também o pesar do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, "amigo pessoal de Mário Soares, com quem chegou a publicar um livro", lembrou. Após estas rápidas palavras, Temer não quis falar com a imprensa.

A visita oficial do presidente a Portugal é cercada de críticas pelo fato de ele se ausentar do do país em meio a uma grave crise no sistema penitenciário, com rebeliões em série e detentos barbaramente assassinados dentro das unidades prisionais.

Como pontuou o G1, o Brasil fica nas mãos de Rodrigo Maia (DEM-RJ) enquanto Temer estiver no exterior. Além de presidente em exercício, Maia preside a Câmara dos Deputados.

Mário Soares morreu no sábado (7), aos 92 anos, em Lisboa. As homenagens dos chefes de Estado a Soares começam no fim desta manhã. O sepultamento será nesta terça, a partir das 15h30, no Cemitério dos Prazeres, após passagem do cortejo fúnebre pelo Palácio de Belém, Assembleia da República, Fundação Mário Soares e sede do Partido Socialista (PS). Com informações do jornalista Álvaro Filho.