-
10/12/2016 às 00h00

Conheça a incômoda disfunção sexual que afeta as mulheres

Relacionamento
Conheça a incômoda disfunção sexual que afeta as mulheres

A secura vaginal é um dos problemas ginecológicos mais frequentes nas mulheres e dos que mais afeta a vida sexual. A psicóloga e sexóloga Felipa Gea López explicou ao jornal El Mundo que, ainda que este seja um problema comum durante a menopausa, ele pode afetar todas as mulheres férteis que têm dificuldade em lubrificar.

A especialista diz que em termos sociais e de autoestima “é equivalente à disfunção erétil no homem”. No entanto admite que a ciência nunca deu a devida atenção ao problema, por ser menos propício a causar transtornos físicos e psicológicos.

“A secura vaginal pode ocorrer por muitos motivos, nem sempre fisiológicos ou patológicos”, destaca a especialista, explicando que a lubrificação é a expressão da excitação sexual e, por isso, a secura vaginal pode indicar falta de excitação – seja porque é preciso mais estímulos ou porque as condições não são as adequadas. O estresse também tem um papel muito importante na sexualidade e é possível que também se torne num fator condicionante.

Quando o problema tem origem psicológica, usar gel hidratante e lubrificante pode ser suficiente para resolver o problema e melhorar a vida erótica do casal. Contudo, o ideal é que mulher consulte sua ginecologista para identificar as causas da secura do problema.