-
30/12/2016 às 01h03

O Facebook sabe quando estamos apaixonados

Relacionamento
O Facebook sabe quando estamos apaixonados
Reprodução
Mesmo quando não revelamos o nosso estado civil - ou o estado da nossa relação - através da conta de Facebook, a equipa de Mark Zuckerberg tem meio de saber se o fogo arde sem se ver.

Se faz parte do imenso grupo que acredita que ninguém tem nada a ver com o seu estado civil, se está numa relação, se é casada, divorciada, solteira e à procura de companhia, ou se  "é complicado", e prefere não atualizar esta parte do seu perfil, terá toda a razão. Mas a verdade é que os analistas daquela rede social têm métodos que lhes permitem saber se já está apaixonada e prestes a entrar numa nova relação.

Descobriram, por exemplo, que o número de publicações que fazemos aumenta durante a fase de aproximação ao novo interesse amoroso, para diminuir bastante assim que começamos a nova relação. O que faz sentido, uma vez que o casal aproveita mais os momentos a sós - o amor está cá fora, na vida real, e é preciso vivê-lo. "Durante os 100 dias que antecedem o início de um relacionamento, há um crescimento lento mas contínuo do número de publicações partilhadas no timeline do futuro casal", explicou Carlos Diuk, um analista do Facebook, à revista The Atlantic.

Além disso, e como temos sempre mais motivos para ver a vida em tons rosa quando o amor nos corre bem, o conteúdo das nossas publicações também tende a ser mais positivo, "desde o dia zero da relação", avança o mesmo analista.

Não custa muito adivinhar que também consigam perceber quando a relação está nas últimas, sem precisamos de atualizar o perfil – ou de fazer mais um post com o 'Someone Like You' , da Adele...