-
26/10/2019 às 11h25

‘Vou com prazer’, diz Joice sobre CPI das Fake News

Política
‘Vou com prazer’, diz Joice sobre CPI das Fake News
Reprodução Internet

“Eu vou estar numa CPI e vou dizer aquilo que eu sei”, diz a deputada do PSL sobre o convite recebido.


Recém-destituída do posto de líder do governo no Congresso Nacional, a deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP) passou a denunciar dia após dia a ação de uma suposta “milícia digital” comandada pelos filhos do presidente da República, Jair Bolsonaro.


Joice atribui as críticas que vêm sofrendo ao chamado “gabinete da raiva”, onde estaria a suposta coordenação do bombardeio contra desafetos do governo.


Em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo, publicada nesta quinta-feira (24), Joice afirmou que “o que eles estão fazendo é um jogo tão sujo que nem o Lula fez”.


“O que eu quero? Que o presidente governe, que o gabinete da maldade seja desfeito, que nós enfrentemos as pessoas e as ideias que não concordamos com a cara lavada”, disse a parlamentar.


“O que fizeram comigo é surreal. A esquerda não fez isso e olha que eu sempre lutei contra a esquerda. Eu tive brigas homéricas com o Lula, processei o Lula, ele me processou, a gente foi para a Justiça”, acrescentou Joice.


“O que eles estão fazendo é um jogo tão sujo que nem o Lula fez. Quando digo eles, não estou dizendo que é o filho, sicrano, beltrano. Estou falando que é esse grupo do ódio, que eu não sei quantas pessoas são”, completou a deputada, que confirmou presença na controversa CPMI das Fake News.