-
04/06/2019 às 06h48

1ª dama participa em SP de evento de expressão nacional voltado ao empoderamento feminino

Cidade e Cotidiano
1ª dama participa em SP de evento de expressão nacional voltado ao empoderamento feminino
Prefeitura de Cuiabá

A primeira-dama Márcia Pinheiro, em companhia da secretária municipal dos 300 anos, Celly Almeida, e profissionais da Prefeitura de Cuiabá, participaram da 3ª edição da Virada Feminina, no último final de semana, na Federação das Indústrias de São Paulo, na Capital paulista.


O evento discute o protagonismo da mulher em diversas áreas, mediante palestras, oficinas de saúde, empreendedorismo, violência e diversidade. Entre os principais painéis visitados esteve o Associação Amigos do Meio Ambiente e da Cultura (Apraeco), Organização Não Governamental (ONG) paulista que faz o reaproveitamento de resíduos com objetivo de geração de renda familiar.


A prática de sustentabilidade é desenvolvida com mulheres vítimas de violência doméstica e transforma garrafa pet, pneus, embalagens tetrapack (leite) e vidros em peças úteis, nas quais possibilitam a geração de renda, além de toda a preocupação do com os impactos ao meio ambiente.


O curso oferecido pela ONG foi visto como uma oportunidade de compor as aulas do programa Qualifica Cuiabá 300 anos, idealizado pela primeira-dama em 2017, que está em andamento com a edição especial voltada à mulher.


“Fiquei encantada com as peças. As bolsas com acabamentos detalhados, artigos de primeira. A possibilidade de agregarmos esse curso para o Qualifica 300 e demais locais nos anima porque é algo inovador, feito com lixo, com viés sustentável, consciência ambiental acima de tudo e que com grande potencial de geração de renda para nossas cuiabanas assim, como os demais cursos já oferecidos”, disse Márcia.


A possibilidade ainda é de estender o curso aos Centros de Referência em Assistência Social e à Casa de Amparo, abrigo municipal voltada a mulheres vítimas de violência doméstica. A novidade será levada no próximo encontro da rede de proteção social, trabalho recém-iniciado para unir forças de diversas instituições do poder público com foco na prevenção da violência contra mulher.


Violência Doméstica


Já no painel do Grupo de Trabalho no Enfrentamento do Combate à Violência contra Mulher, os representantes do Executivo Municipal acompanharam as explanações de profissionais gabaritados de nível nacional especializados no tema, como o caso da Procuradora de Justiça do Estado de São Paulo, Luiza Nagib Elluf.


A também advogada criminal e escritora tem diversos livros publicados, dentre eles o mais renomado ‘A Paixão no Banco dos Réus’ qual traz 14 casos de crimes de morte contra mulheres cometidos por homens. Segundo a procuradora, seus estudos e pesquisas acerca da violência doméstica iniciaram em 1973 quando os atuais crimes ainda não eram conhecidos como feminicídios.


Entre os debates dos primeiros encaminhamentos dos casos de violência contra mulher foi destacado a importância do papel realizado pelos profissionais de assistência social, conforme elencado pela palestrante.


“Em todo esse trabalho de entrada dessas mulheres, o mais importante é o realizado pelo assistente social porque ele auxilia, nesse primeiro momento, as mulheres e dão os encaminhamentos necessários. Essa primeira abordagem é fundamental para que não seja perdido o foco no meio do processo e o apoio seja realmente efetivo”, destacou.


O painel ainda contou com a participação da primeira delegada da primeira delegacia da Mulher do Brasil, Rosmary Corrêa, a popular delegada Rose; a lutadora de MMA e Bicampeã Mundial de Jiu-Jitsu, Erica Paes, especialista em defesa pessoal para mulheres.


Na ocasião, a primeira-dama estreitou relação com a secretária nacional da Família, Angela Gandra, e marcou uma audiência no ministério, em Brasília, para tratar de assunto pertinentes ao social cuiabano.