-
28/08/2018 às 00h41

A culpa não é do Agronegócio

Agronegócio
A culpa não é do Agronegócio
Imagens reprodução Web

Em um país com tanta burocracia e restrição a quem produz. Queremos propor uma nova direção das políticas públicas, principalmente no que se refere às regras de produção agrícola, pecuária e florestal.


A natureza precisa ser utilizada, tocada e valorizada sem mi, mi, mi... Os recursos naturais do Brasil, nosso estado e nossa região, podem ser pensados como uma fonte inesgotável de geração de valores e riquezas, mas claro, desde que esses recursos sejam utilizados de forma ordenada, planejada, gerando oportunidades de trabalho e inclusão econômica, social e ambiental, garantindo que as próximas gerações possam usufruir dos frutos que estão agora sendo semeados.


Sou a favor da produção em escala de forma planejada e sustentável, que produz com planejamento em relação ao uso de nossos recursos naturais.


Sou a favor de um Brasil, estados e municípios que produz com consciência socioambiental, porém, sem tomadas decisões ideológicas e monocráticas onde os principais atores afetados são excluídos das discussões.


Sou a favor do Brasil que produz com planejamento em relação ao uso de nossos recursos naturais. Um estado moderno e com o povo consciente de seus deveres e obrigações, mas sem demagogia.


Sou a favor de você brasileiro (a), cidadão que anseia por mudanças, trabalhador (a), empreendedor (a), enfim, consciente de suas responsabilidades.


Sou a favor do Brasil do Futuro, que começa agora.



Rodrigo Gomes é Engenheiro Florestal,

pós-graduado em Gestão e Manejo Ambiental, 

Georreferenciamento e especializando em 

Engenharia de Segurança  do Trabalho