-
29/11/2018 às 19h06

A esquerda repercute novo fake news contra Bolsonaro

Política
A esquerda repercute novo fake news contra Bolsonaro
Reprodução Web

A esquerda já está acostumada a acusar todos daquilo que ela mesma faz. Acusa os outros de produzirem fake news, quando ela mesma produziu e continua produzindo notícias falsas. O objetivo estratégico é fornecer um fôlego a mais para sobreviver à onda conservadora crescente e que elegeu Bolsonaro como presidente do Brasil. 


Na esperança de um fracasso de Bolsonaro e do Brasil, a esquerda continua atacando e tentando desgastar os oponentes direitistas. A vítima, novamente, foi o presidente eleito Jair Bolsonaro. 


Marcelo Freixo publicou em seu Twitter um post falso atribuído a Jair Bolsonaro. 


Até o fechamento desta matéria o Deputado do PSOL não havia apagado a postagem e tampouco redigido um pedido de desculpas ao Presidente ou aos eleitores de Bolsonaro. 


O Twitter já atingiu até agora 5151 curtidas de seguidores do deputado carioca de extrema esquerda. E, mais de 2 mil esquerdistas já compartilharam o tweet falso publicado por Freixo.


A esquerda que foi aliada do ex-governador preso Cabral e ao atual governador Luiz Fernando Pezão, que foi preso nesta quinta-feira (29) tenta jogar a fatura e responsabilidade do governo de Pezão e Cabral no colo da direita, ao repercutir informações falsas.


O Ministério Público disse ter provas de que Pezão recebeu cerca de R$ 40 milhões em propina. No tweet divulgado pelo líder do PSOL, Bolsonaro teria pedido voto ao Pezão durante sua campanha em 2014, além de apoiar Aécio Neves. O print originam tirado no Twitter do deputado federal eleito pelo PSOL Marcelo Freixo, segue abaixo:





Quantos mesmo VOTARAM no Renan, no FHCardoso, no Lula, na Dilma....Agora O BRASIL VOTOU CERTO.DESCANSEM.

O Brasil já confiou muito em pessoas erradas, canalhas e corruptas: Renan, FHCardoso, Lula, Dilma...Agora votou certo. #BolsonaroEsperançaBrasileira.

29/11/2018 19:53