-
04/02/2020 às 13h00

Abreu ameaça Regina: ‘Fascista a gente trata no cuspe’

Política
Abreu ameaça Regina: ‘Fascista a gente trata no cuspe’

“Não dá para respeitar quem apoia o Bolsonaro. Eu não tenho o menor respeito”, diz Zé de Abreu.


O ator e militante político, José de Abreu, lançou duras ofensas contra a colega de profissão Regina Duarte, que aceitou ocupar o cargo de secretária especial da Cultura do governo do presidente Jair Bolsonaro.


Em áudios enviados à coluna de Mônica Bergamo, no jornal Folha, Abreu disse a Regina que “vagina não transforma uma mulher em um ser humano”.


O ator da Rede Globo ainda disse que não dá para respeitar quem apoia Bolsonaro e aplicou em Regina o rótulo de “fascista”:


“Não dá para respeitar quem apoia o Bolsonaro. Eu não tenho o menor respeito. Para mim não interessa se é homem ou mulher. Não pode. Não pode. Fascista a gente trata no cuspe. Não há como considerar o fascista um ser humano. E quem apoia fascista, fascista é.”


Entre as demais ofensas contidas no áudio, Abreu admite de forma enfática que é um extremista político alinhado à esquerda:


“Eu sou radical mesmo e estou num caminho sem volta. E não me arrependo. […] Eu não vou parar. Não vou parar. Eu sei que estou certo. A minha consciência diz que eu estou certo. E eu vou continuar nessa.”


Zé de Abreu também não está preocupado com sua série de ataques e ofensas contra cidadãos, artistas e políticos. Afinal, segundo ele, a França está logo ali:


“Se der alguma merda, bicho, eu estou numa certa idade… eu tenho visto da França, eu tenho visto da Grécia. Eu posso morar em qualquer lugar do mundo. Posso trabalhar na França, meu visto dá direito. Se não puder voltar para o Brasil, não volto. Mas não vou parar. Não vou parar.”