-
03/01/2020 às 15h24

Alerta em embaixadas dos EUA no Paquistão, Kuwait e Bahrein

Mundo
Alerta em embaixadas dos EUA no Paquistão, Kuwait e Bahrein
Imagem: Aamir Qureshi/AFP

Ataque aéreo dos EUA contra general do Irã elevou a tensão em vários países do Oriente Médio.


As embaixadas dos Estados Unidos no Bahrein, Kuwait e Paquistão emitiram alertas de segurança após a neutralização do general iraniano Qassem Soleimani em ataque aéreo nos arredores do aeroporto de Bagdá, capital do Iraque.


A Embaixada no Paquistão anunciou, nesta sexta-feira (3), que estava restringindo as viagens de funcionários do governo norte-americano “dadas as possíveis reações aos eventos recentes no Iraque”.


“O pessoal do governo dos EUA no Paquistão deve adiar movimentos oficiais não essenciais e a maioria dos movimentos pessoais”, disse o comunicado.


Ainda no alerta, a Embaixada paquistanesa sugeriu que os cidadãos norte-americanos mantenham a discrição e evitem multidões, registra a emissora CNN.


A Embaixada no Kuwait disse que “com muita cautela, a embaixada está aumentando sua postura de segurança”, mas continuaria aberta ao público.


A embaixada no Bahrein disse que não tinha conhecimento sobre ameaças específicas aos cidadãos dos EUA, mas alertou que “à luz de eventos regionais, há potencial para manifestações espontâneas ou distúrbios que ocorrerão no Bahrein nos próximos dias e possivelmente além”.


A emissão desses alertas de segurança acontecem após a Embaixada dos EUA em Bagdá pedir aos cidadãos dos EUA para deixarem o país imediatamente, como noticiou a RENOVA.