-
04/01/2021 às 09h59

Anvisa libera importação de dois milhões de doses da vacina de Oxford

Saúde
Anvisa libera importação de dois milhões de doses da vacina de Oxford

O imunizante ainda precisa ter seu registro ou uso emergencial aprovado pela Anvisa.


A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou, no último sábado (2), o pedido feito pela Fiocruz para importar 2 milhões de doses já prontas de uma vacina contra o coronavírus. 


O imunizante em questão foi desenvolvido pela farmacêutica AstraZeneca em parceira com a Universidade de Oxford, do Reino Unido.  


A solicitação foi feita pela Fiocruz no último dia 31 de dezembro.  


É importante enfatizar que a autorização da Anvisa só vale para a importação das doses, pois a aplicação da vacina ainda não foi autorizada. 


No ofício que enviou à Anvisa para importar as milhões de doses da vacina, a Fiocruz disse que a intenção da medida é antecipar a vacinação contra covid-19 de fevereiro para janeiro.  


O imunizante é a principal aposta do governo Jair Bolsonaro para conter a crise sanitária.  


A intenção do Brasil é produzir 100 milhões de doses do composto até o 2º trimestre deste ano.