-
17/05/2021 às 20h04

Após mirar no Twitter, Rússia ameaça Facebook e YouTube

Mundo
Após mirar no Twitter, Rússia ameaça Facebook e YouTube

Moscou alerta que sanções podem ser aplicadas a Facebook e Youtube.


O governo da Rússia anunciou, nesta segunda-feira (17), que continuará reduzindo as operações do Twitter.


Os russos também ameaçaram o Facebook e o YouTube de aplicar medidas semelhantes.


O regulador russo de internet e meios de comunicação, Roskomnadzor, acusa as plataformas digitais de não suprimir conteúdo relacionado à pornografia infantil, uso de drogas e apelos de suicídio a menores.


Em um comunicado, a agência do governo de Vladimir Putin informou que não bloquearia o Twitter, mas continuaria a reduzir suas operações.


Moscou diz ter verificado por meio de uma auditoria que o Twitter havia removido mais de 90% das “informações proibidas”.


Além disso, o serviço Roskomnadzor anunciou que detectou casos de conteúdo ilegal “em outros sites da Internet, incluindo Facebook e YouTube”.


“Se essas plataformas não tomarem as medidas adequadas, sanções semelhantes serão aplicadas a elas“, alertou a entidade reguladora.