-
13/11/2020 às 12h48

Bactérias podem ajudar a minerar metais e minerais no espaço

Tecnologia
Bactérias podem ajudar a minerar metais e minerais no espaço

Biomineração espacial poderia sustentar presença humana autossustentável no espaço.


Ao invés de um extenso maquinário, futuros mineradores espaciais poderão usar bactérias para extrair metais e minerais das rochas de Marte ou da Lua. 


Um grupo de pesquisadores da Universidade de Edimburgo, na Escócia, projetou experimentos para rodar na Estação Espacial Internacional que comprovaram que o uso de micróbios para recuperar recursos valiosos poderia funcionar em níveis de zero ou de baixa gravidade. 


Essas bactérias já são usadas na Terra para extrair ouro, cobre e urânio, mas os especialistas não tinham certeza se também funcionariam em ambientes de baixa gravidade.  


A equipe da ISS encharcou amostras de basalto — uma rocha normalmente encontrada na Lua e em Marte — em uma solução bacteriana durante três semanas e descobriu que é possível extrair minerais raros. 


Batizada de ‘BioRock’, esta técnica de mineração faz a construção de assentamentos humanos em mundos distantes parecer mais fácil. 


O professor Charles Cockell, da Universidade de Edimburgo, explicou: 


“Embora não seja economicamente viável minerar esses elementos no espaço e trazê-los para a Terra, a biomineração espacial poderia potencialmente sustentar uma presença humana autossustentável no espaço.” 


E acrescentou: 


“Por exemplo, nossos resultados apontam para a possível construção de minas robóticas na região da Lua Oceanus Procellarum.”