-
21/12/2018 às 09h48

Battisti na Bolívia?

Justiça
Battisti na Bolívia?
Reprodução Terça Livre

Segundo matéria publicada na última terça-feira (18/12) no site italiano Quotidiano, o ex-juiz Walter Maierovitch, afirmou que o terrorista italiano Cesare Battisti, pode ter fugido pra Bolívia, pois contaria com amizades de poderosos no país.


“Pelo que conheço de muitos serviços de inteligência que tenho consultado alguns e sua convicção é, lembrando-se também uma tentativa de escapar do passado, que Battisti estaria na Bolívia. Os agentes afirmam ainda que Battisti também desfrutaria da simpatia do vice-presidente boliviano, Álvaro Garca Liniera, que era membro do movimento guerrilheiro Tupac Katari“, declarou Walter.


O nome de Battisti já foi incluído no “alerta vermelho” da Interpol. No segunda-feira (17/12) a Polícia Federal cumpriu mandados em dois endereços onde ele poderia estar escondido.


Após detectado perigo de fuga o Ministério Público de Mato Grosso do Sul emitiu ordem de prisão em abril e maio, que foi rejeitada por falta de provas por um juiz federal. O procurador Silvio Pettengill Neto recebeu uma denúncia anônima afirmando que o terrorista teria um plano de fuga. Em seguida Pettengill descobriu uma procuração de Battisti datada de 20 de abril de 2018, para seu amigo Magno de Carvalho, autorizando-o a movimentar sua conta bancária.


O ex-juiz Walter Maierovitch, citou ainda outro indício: Battisti já foi pego uma vez tentando cruzar a fronteira para Bolívia.


Agentes de Roma já estão no Brasil esperando a captura do comunista para levá-lo de volta à Itália, onde a prisão perpétua o aguarda.


Battisti era membro do grupo terrorista “Proletários Armados para o Comunismo“, assassinou quatro pessoas e deixou outra na cadeira de rodas.


* Com informações do site italiano Quotidiano