-
20/11/2020 às 14h53

Boris quer fazer a Marinha do Reino Unido voltar ao topo

Mundo
Boris quer fazer a Marinha do Reino Unido voltar ao topo

Premiê britânico defende a “construção de mais navios para a Marinha Real”.


O Reino Unido quer se tornar a maior potência naval da Europa novamente após um aumento de £ 16,5 bilhões nos gastos com defesa. 


O primeiro-ministro Boris Johnson afirmou, nesta quinta-feira (19), que irá “restaurar a posição” do país como mestre dos mares. 


Boris enfatizou que não permitirá que o Reino Unido deixe a “tarefa” de proteção dos oceanos “para nossos amigos”. 


Bilhões serão investidos na aquisição da próxima geração de navios de guerra, incluindo novas fragatas Tipo 32, que serão armadas com lasers. 


Atualmente, a França tem uma Marinha mais poderosa que a do Reino Unido. 


Os franceses têm 23 navios de guerra, incluindo 11 destroieres, 11 fragatas e seu porta-aviões de propulsão nuclear Charles de Gaulle. 


Ao anunciar o aumento bilionário nos investimentos militares, Boris declarou: 


“Isso vai estimular um renascimento da construção naval britânica em todo o Reino Unido, garantindo empregos e iluminando os benefícios à União.” 


E enfatizou: 


“Se existe uma política que fortalece o Reino Unido em todos os sentidos possíveis, é a construção de mais navios para a Marinha Real.”