-
31/08/2018 às 11h30

Campanha de Alckmin acusada de plágio

Política
Campanha de Alckmin acusada de plágio
Reprodução Web

A campanha do PDSB ao Planalto negou as acusações, que estão ganhando tração nas redes sociais, de que o vídeo que deverá abrir a propaganda eleitoral de Geraldo Alckmin no sábado (1) seja um plágio.


A campanha tucana havia informado ao jornal Folha de S. Paulo que o vídeo era “inspirado” no original britânico “Guns Kill: Kill Guns”.


Agora, segundo informações do BR18, os representantes de Alckmin dizem que fizeram um “remake”, o que vai além, mas negam que haja plágio.


O filme, que mostra uma bala perfurando vários objetos e parando a milímetros da cabeça de uma criança, é praticamente idêntico ao original, uma campanha desarmamentista lançada no Reino Unido.


Até a trilha sonora do vídeo é a mesma. Mudam alguns objetos e o jovem garoto do final do vídeo inglês é substituído por uma menina.


Tire suas próprias conclusões analisando os dois vídeos abaixo:


1. Campanha de Geraldo Alckmin:




2. Vídeo original em inglês: