-
05/01/2021 às 15h36

Ciência: Sete minutos serão cruciais para missão da NASA em Marte

Estilo
Ciência: Sete minutos serão cruciais para missão da NASA em Marte

Na hora do pouso em Marte, o robô terá que fazer suas manobras sozinho.

A missão Mars Rover Perseverance, da NASA, é uma das mais complexas enviadas ao planeta Marte. 


O robô Perseverance foi lançado com sucesso da Terra no dia 30 de julho de 2020 com destino ao Planeta Vermelho.  


A missão vai aterrissar na cratera Jezero, no dia 18 de fevereiro de 2021. 


A NASA considera essa uma das missões mais complexa de um robô em Marte.  


O homem tem o costume de tentar controlar tudo ao seu redor, mas dessa vez não vai ser possível. 


Afinal, na hora do pouso da Perserverance, o robô terá que fazer suas manobras sozinho, sem ajuda de um humano.  


O vídeo abaixo é uma animação da NASA sobre como será o pouso do robô no solo marciano. 


Quando o robô entrar na atmosfera de Marte, ele terá que suportar temperaturas de mais de 1 mil graus Celsius.  


Quatro minutos depois do início da manobra, a uma altitude de cerca de 11 quilômetros, um paraquedas supersônico com 21 metros de diâmetro se abrirá para reduzir ainda mais a velocidade do pouso. 


Em seguida, a cápsula vai se dividir. Essa etapa consiste no uso de oito minifoguetes montados na plataforma para desacelerar ainda mais o veículo.  


É nessa hora que os cordões de nylon entram em ação para posicionar o robô da NASA no lugar correto.  


É esse momento que os cientistas da NASA consideram a parte mais importante e tensa da missão.  


O trajeto da órbita ao solo leva sete minutos e não terá controle e nem comunicação nenhuma com a Terra.  


7 minutos é o tempo que um sinal de rádio leva para ir da Terra a Marte. 


A missão também leva um helicóptero de 1,8 quilos chamado de Ingenuity, que irá acionar e girar suas lâminas, tentando se tornar o primeiro helicóptero a voar em um mundo além da Terra. Confira a simulação.