-
19/03/2019 às 08h48

Como era esperado: A CPI Lava Toga não recebe apoio do PT

Brasil
Como era esperado: A CPI Lava Toga não recebe apoio do PT
Reprodução Internet

Alessandro Vieira (PPS-SE) aguardava a resposta oficial de senadores do PT para protocolar a CPI.


Os parlamentares do Partido dos Trabalhadores (PT) haviam pedido ao senador Alessandro Vieira (PPS-PE) para pensar mais antes de assinar o documento que cria a CPI Lava Toga.


Em reunião na noite desta segunda-feira (18), o PT decidiu que seus seis senadores não apoiarão a CPI.


O requerimento de criação da Comissão Parlamentar de Inquérito para investigar o “ativismo judicial” em tribunais superiores deve ser protocolado ainda na manhã desta terça-feira (19).


O documento tem 29 assinaturas. A quantidade é suficiente para apresentação do pedido para criação da comissão.


O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), disse na segunda-feira (18) que não havia a menor hipótese de ele levar adiante uma investigação contra o Supremo Tribunal Federal (STF) no momento atual.


“Não é o momento para discutir isso no Brasil. Não podemos criar um embate desnecessário entre os Poderes”, disse Alcolumbre, segundo a RENOVA.