-
11/02/2018 às 19h07

De Presidiário a Político: Eike diz que partidos o convidaram para disputar o senado

Política
De Presidiário a Político: Eike diz que partidos o convidaram para disputar o senado
Foto reprodução internet

Após ter perdido mais de US$ 34 Bi de dólares e ter entrado em “cana” por 3 longos meses no Presídio “Bangu”, no estado do Rio de Janeiro, Eike Batista diz ter virado a página e quer alcançar novos “horizontes”.


Em entrevista ao Jornal O Globo, Eike disse ter se tornado consultor e tem intenções de entrar no cenário político brasileiro. O empresário envolvido em escândalos de corrupção com o PT, Eike Batista, pode ter se cansado de ficar somente nos bastidores da política. Então, agora quer um cargo, e não pensa baixo, quer disputar uma cadeira no Senado da República. 


"Estou estudando isso. Vamos avaliar. Estou conversando com partidos. Já me procuraram, mas eu prefiro não comentar por ora. Tem muita gente que acha que eu posso contribuir. Não fui sequer julgado em primeira instância”, afirmou Eike que não acredita em impedimento judicial. 


Ao ser questionado se o possível ingresso na carreira política se justifica apenas pelo fato de ter foro privilegiado, Eike negou e acredita que sua entrada no cenário político é para contribuir com o país.  


“Eu quero ajudar. Eu preciso me reinventar. Hoje, sou provavelmente a maior fake news do mundo. Ninguém sabe o que eu fiz pelo Brasil. Vou mostrar o que eu já fiz. Eu trouxe para o Brasil US$ 40 bilhões em investimentos. Eu vou ajudar a não deixar projetos desnecessários serem construídos."


Editorial:


Eike parece não ter a amplitude e visão sobre os fatos que recaem sobre sua conduta, sobre as investigações e sobre sua relação com o PT de Lula, Zé Dirceu e cia. A política não pode ser depósito de desocupados e investigados em corrupção pela justiça. Ficam os fatos para avaliação de todos os brasileiros. A notícia exata é no Exata News.


Com informações de O Globo.