-
24/01/2019 às 00h50

Deputado de MT inicia batalha em 2016 e brasão voltará aos passaportes

Política
Deputado de MT inicia batalha em 2016 e brasão voltará aos passaportes
Imagem reprodução Internet

Por decisão do Planalto, o brasão da República voltará aos passaportes brasileiros. A medida, anunciada pelo ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, nesta quarta-feira (23) é que haverá a exclusão das estrelas do Cruzeiro do Sul e a inscrição "Passaporte Mercosul".


A mudança é uma das propostas apresentadas pelo Ministério das Relações Exteriores como prioritárias no início do governo de Jair Bolsonaro. O Itamaraty explicou que o objetivo é "fortalecer a identidade nacional e o amor à Pátria".

O deputado federal Victório Galli (PSL-MT) vinha defendendo a medida desde 2016, quando criou o Projeto de Lei 5747/16, que ainda tramita na Câmara dos Deputados. 


O projeto do parlamentar questionava a mudança feita pelo governo de Dilma Rousseff (PT), em 2015 que  estampava na capa do passaporte 5 estrelas, numa referência direta aos países do Mercosul: Venezuela, Brasil, Paraguai, Argentina e Uruguai.


Galli entendia que a mudança afrontava a soberania e os símbolos nacionais brasileiros. Conforme a Constituição, o Brasão da República é símbolo do País.


Galli chegou a pedir apoio de Onyx Lorenzoni e Eduardo Bolsonaro para que a mudança ocorresse o mais breve possível.

Jorge Assunção

Estava ansioso por esta notícia. Renovei o meu passaporte há um ano e recebi revoltado esse modelo e com validade de dez anos. Logo que seja iniciada a emissão dos novos modelos com Brasão, correrei para substituir o meu, apesar de ainda ter muito tempo de validade e ter que pagar novamente.

24/01/2019 10:09