-
11/10/2019 às 10h38

Equador prende venezuelanos vigiando o presidente Moreno

Mundo
Equador prende venezuelanos vigiando o presidente Moreno
Reprodução Internet

Moreno enfrenta grandes protestos após implementar reformas econômicas.


Em meio aos grandes protestos contra suas reformas econômicas, o governo do Equador prendeu, nesta quinta-feira (10), 17 estrangeiros. 


A maioria dos detidos eram venezuelanos que teriam informações sobre os deslocamentos do presidente equatoriano Lenín Moreno.


Em postagem no Twitter, a ministra equatoriana do Interior, María Paulo Romo, informou que os estrangeiros foram apreendidas no aeroporto de Quito.


María Paulo acrescentou que as prisões confirmam “todos os interesses que estão por trás do caos no país”, segundo o jornal Gazeta do Povo.


Dois dias atrás, Moreno acusou o ditador venezuelano Nicolás Maduro de estar por trás dos protestos com o objetivo de desestabilizar o seu governo.