-
08/10/2020 às 14h14

EUA proíbem imigração de militantes de partidos comunistas

Mundo
EUA proíbem imigração de militantes de partidos comunistas

Governo Trump diz que filiação a siglas comunistas “é inconsistente e incompatível com” os EUA.


O governo dos Estados Unidos não vai mais autorizar a imigração de pessoas que são ou já foram ligadas de alguma forma a Partidos Comunistas mundo afora.


A medida foi anunciada pelo Serviço de Cidadania e Imigração dos Estados Unidos (USCIS) no início de outubro Confira o documento original em inglês.


A decisão do governo Donald Trump impede que essas pessoas filiadas ou relacionadas ao que o USCIS chama de “partidos totalitários” consigam o status de estrangeiros com residência permanente legal no território norte-americano. 


O jornal Gazeta do Povo resume o documento divulgado pela administração norte-americana: 


“A adesão ou filiação ao Partido Comunista (ou qualquer outro partido totalitário), independente do país de origem do imigrante, é inconsistente e incompatível com o Juramento de Lealdade de Naturalização aos Estados Unidos da América – parte do processo de obtenção do status de estrangeiro com residência legal naquele país. Nesse juramento, o cidadão assume o compromisso de ‘apoiar e defender a Constituição e as leis dos Estados Unidos’.”