-
05/03/2020 às 09h49

Exportação de carne suína do Brasil sobe 25% em fevereiro

Economia
Exportação de carne suína do Brasil sobe 25% em fevereiro
Reprodução

A demanda asiática por proteínas segue forte apesar da proliferação da epidemia de coronavírus na China.

 

As exportações de carne suína do Brasil apresentaram uma elevação de 24,7% em fevereiro na comparação anual. A receita saltou 54,6% no mesmo período.


O volume de exportações do produto foi recorde para o mês, como informou, nesta quarta-feira (4), a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA).


De acordo com a entidade, os embarques de carne suína — in natura e processado — somaram 67,4 mil toneladas no mês passado, gerando receita de US$ 154,9 milhões.


“Ajustes logísticos garantiram o desembaraço das cargas no mercado chinês. O governo chinês prioriza o trânsito de alimentos”, disse o presidente da ABPA, Francisco Turra.


Os números do setor de suínos se contrapõem aos registrados pela carne bovina, cujas vendas à China perderam força, com a indústria já sentindo efeitos da proliferação do coronavírus, como informou a Associação Brasileira de Frigoríficos (Abrafrigo).