-
07/08/2019 às 10h03

Fachin libera para julgamento ação contra inquérito das fake news

Brasil
Fachin libera para julgamento ação contra inquérito das fake news
Reprodução Internet

Associação de procuradores pediu ao STF para suspender o inquérito. Cabe a Toffoli marcar a data do julgamento.


O ministro Edson Fachin pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) para marcar o julgamento da ação que visa suspender o inquérito que apura ofensas, fake news e ameaças contra ministros da Corte.


A ação foi apresentada pela Associação Nacional dos Procuradores (ANPR). Cabe ao presidente do tribunal, Dias Toffoli, marcar a data.


O inquérito foi aberto por determinação de Toffoli e é relatado pelo ministro Alexandre de Moraes, que, na última semana, prorrogou as investigações até o fim deste ano.


Em documento apresentado nesta terça-feira (6) ao Supremo, a ANPR argumentou que os procuradores estão em “situação de perigo constante” em razão da possibilidade de serem investigados no inquérito.


A ANPR argumenta que, como Moraes afastou servidores da Receita por suspeita de quebra de sigilo de ministros do STF, isso também pode acontecer com procuradores, registra o site G1.