-
12/04/2019 às 11h35

Guaidó insiste para que os militares abandonem Maduro

Mundo
Guaidó insiste para que os militares abandonem Maduro
Reprodução Internet

Reconhecido por mais de 50 países como presidente interino, após se autoproclamar em 23 de janeiro, o chefe do parlamento se dirigiu várias vezes aos militares durante protesto em Caracas.


O presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó, insistiu aos militares para que parem de apoiar o ditador Nicolás Maduro, considerando que isso é tudo o que é necessário para conseguir sua saída do poder.


Diante de centenas de apoiadores, na última quarta-feira (10), Guaidó declarou:


“Exigimos que as Forças Armadas […] fiquem do lado da Venezuela. Estamos convidando-os a tomar o lado certo da história, estamos convidando-os a recuperar a honra.”


Segundo a ISTOÉ, o líder opositor questionou:


“Até quando vocês vão apoiar alguém que não tem respostas de nenhum tipo para resolver os problemas do país?”