-
30/07/2019 às 10h39

Hacker viola dados de 100 milhões de clientes de banco nos EUA

Mundo
Hacker viola dados de 100 milhões de clientes de banco nos EUA
Foto reprodução Internet

Acredita-se que esta violação de dados seja uma das maiores da história do setor bancário mundial.


O banco norte-americano Capital One, com sede na Virgínia, anunciou, nesta segunda-feira (29), que um hacker acessou cerca de 100 milhões de pedidos de cartão de crédito.


Os dados incluíam nomes, endereços e números de telefone de pessoas que solicitaram os produtos nos Estados Unidos e no Canadá e os números da Previdência Social de cerca de 140 mil clientes, informa o jornal Gazeta do Povo.


O cibercriminoso, no entanto, não obteve acesso a números de contas de cartão de crédito.


O ataque deve custar à empresa entre US$ 100 milhões e US$ 150 milhões no curto prazo, segundo a Capital One.


A acusada de hacking, Paige Thompson, foi presa na segunda-feira na região de Seattle, depois de supostamente se gabar da violação na internet.


Ela “fez declarações em mídias sociais para evidenciar o fato de que tem informações sobre o Capital One, e que ela reconhece que agiu ilegalmente”, diz a queixa criminal assinada pelo agente especial do FBI Joel Martini.