-
19/06/2018 às 11h00

Japão vence Colômbia pelo grupo H

Esporte
Japão vence Colômbia pelo grupo H
REUTERS/Darren Staples
O Japão venceu a Colômbia na penúltima partida da primeira rodada do Mundial. As duas seleções, junto com Polônia e Senegal, fazem parte do Grupo H do Mundial. Para a partida de hoje, uma surpresa: a ausência de James Rodríguez entre os titulares. Astro colombiano e artilheiro da última Copa, o atacante começa no banco, por desgaste físico. 

Os treinadores definiram, assim, as escalações:
Colômbia e Japão já se conhecem bem. No Mundial de 2014, os sul-americanos venceram o duelo na fase de grupos por 4 a 1. + SOBRE ESPORTES JOGO Primeiro Tempo: A partida começou animada. Como de praxe neste Mundial, pênalti na partida. Logo aos três minutos, Carlos Sánchez cortou com a mão um chute dentro da área e o juiz marcou. O volante colombiano foi expulso e Kagawa aproveitou para abrir o placar: 1 a 0. 

Sánchez, com a expulsão, já entrou para os livros: primeiro a ser mandado pra fora em 2018 e o segundo cartão vermelho mais rápido da história. José Alberto Batista, em 1986, conseguiu a proeza de ser expulso aos 54 segundos. Aos 30 minutos, José Pekerman viu que era hora de mexer na equipe e trocou Cuadrado por Barrios. O time voltou a arriscar com mais objetividade e, aos 38, Quintero aproveitou uma cobrança de falta para bater à la Ronaldinho Gaúcho, rasteira, sem chance para o goleiro. Kawashima chegou a puxar a bola logo após ela cruzar a linha, mas o árbitro de vídeo confirmou o gol: 1 a 1. 

Segundo Tempo: O telão anunciou que 40.842 pessoas estão no estádio de Saransk. E o Japão vem surpreendendo os torcedores. Com um a mais, a equipe asiática ganhou espaço em campo e mostrou domínio de jogo no início da segunda etapa. Até os 11 minutos, foram duas chances claras de gol, que obrigaram o goleiro Ospina a trabalhar para evitar que a seleção colombiana levasse mais gols. Aos 13', Pekerman decidiu mexer e optou pela saída de Quintero e entrada de James Rodríguez. Mas o time colombiano, já cansado, seguiu pressionado e, aos 28', Osako marcou de cabeça. 

O lance nasceu de um chute de Honda, que havia acabado de entrar. Ospina mandou pra escanteio e, na jogada seguinte, o Japão voltou à frente. A sequência do jogo foi de uma Colômbia limitada pela expulsão precoce e de um Japão que simplesmente não cansava e continuava tentando. James Rodríguez, longe dos 100% da forma, ainda tentou marcar de fora da área, mas ficou por isso: 2 a 1 para o Japão. É a primeira vez que os asiáticos vencem uma seleção sul-americana. Mais tarde, Polônia e Senegal encerram a primeira rodada da Copa.