-
28/06/2020 às 11h17

Jornalista é atacado por radicais de esquerda na capital dos EUA

Mundo
Jornalista é atacado por radicais de esquerda na capital dos EUA
Imagem: Reprodução/Twitter

O jornalista polonês Jack Posobiec foi atacado por radicais da esquerda da ANTIFA em ato do Black Lives Matter para derrubar a estátua do Memorial da Emancipação no Lincoln Park, em Washington D.C, capital dos Estados Unidos.


Ativistas do autodenominado movimento “antirracista” se reuniram, nesta sexta-feira (26), para derrubar o monumento de 144 anos. Ele seria mais um alvo da campanha para apagar a história norte-americana utilizando o racismo como justificativa, mas ainda permanece de pé neste sábado (27).


A famosa estátua do Memorial da Emancipação retrata o ex-presidente Abraham Lincoln de pé diante de um escravo ajoelhado que foi libertado. 


A estátua, que foi paga por escravos libertados, faz parte dos Monumentos da Guerra Civil  e do Registro Nacional de Lugares Históricos dos EUA.


Posobiec estava sozinho cobrindo a tentativa da derrubada do monumento.


O jornalista foi atacado após começar a gravar com o celular os apelos de um idoso negro que pedia para os radicais cancelarem a derrubada. 


Em vídeos circulando pelas redes sociais é possível ver o jornalista sendo ajudado a deixar o local aos gritos de “nazista” e sofrendo com agressões promovidas por extremistas da ANTIFA e do Black Lives Matter. Confira.