-
22/06/2019 às 11h13

Lava Jato emite nota oficial sobre últimas mensagens divulgadas pelo Intercept

Brasil
Lava Jato emite nota oficial sobre últimas mensagens divulgadas pelo Intercept
Ministério Público Federal | Divulgação

A força-tarefa da Operação Lava Jato emitiu nota oficial comentando sobre os últimos vazamentos de mensagens atribuídas a Sergio Moro e procuradores do MPF.


De acordo com o texto, as conversas divulgadas pelo site The Intercept são “desrespeitosas, mentirosas e sem contexto”.


A nota também comento sobre a suposta notícia de que a procuradora Laura Tessler teria sido afastada das audiências após uma conversa entre Moro e Dallagnol.


“Conforme é público, a procuradora da República Laura Tessler participou, na manhã de 13/03/2017, de audiência em ação penal em que acusado era o ex-ministro Antônio Palocci”, diz o texto, que ainda elogia a atuação da procuradora.


“Como sempre, sua atuação firme, técnica e dedicada contribuiu decisivamente para a condenação, somente nesse caso, de 13 réus acusados de corrupção e lavagem de dinheiro a mais de 90 anos de prisão, incluindo o ex-ministro Antônio Palocci. Integrante da Lava Jato no MPF desde 2015, a procuradora Laura Tessler seguiu e segue responsável por diversas investigações e ações criminais, realizando todos os atos processuais necessários, incluindo audiências, contando com toda a confiança da força-tarefa na sua condução altamente profissional, cuidadosa e obstinada no combate à corrupção”, escreveu a Lava Jato.


“Ou seja, não houve qualquer alteração na sistemática de acompanhamento de ações penais por parte de membros da força-tarefa. Assim, os procuradores e procuradoras responsáveis pelo desenvolvimento de cada caso acompanharam as principais audiências até o interrogatório, não se cogitando em nenhum momento de substituição de membros, até porque todos vêm desenvolvendo seus trabalhos com profissionalismo, competência e seriedade”, finalizou a força-tarefa.