-
10/09/2020 às 11h44

Lava Jato mira supostas fraudes entre Banco Paulista e Petrobras

Justiça
Lava Jato mira supostas fraudes entre Banco Paulista e Petrobras

Vinte a cinco mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos pela Polícia Federal (PF), nesta quinta-feira (10), na 74ª fase da operação “Lava Jato”.


De acordo com o Ministério Público Federal (MPF), funcionários do Banco Paulista cobravam sobrepreço em operações de câmbio comercial e diferença era desviada para executivos da estatal Petrobras. 


O prejuízo é estimado em R$ 100 milhões. O esquema ocorreu entre os anos de 2008 e 2011.


A operação da PF foi batizada de “Sovrapprezzo”, e os mandados estão sendo cumpridos em São Paulo e no Rio de Janeiro, em Teresópolis e na capital.


As ordens judiciais foram determinadas pelo juiz Luiz Antônio Bonat, da 13ª Vara Federal de Curitiba.


Os crimes investigados na atual fase são corrupção passiva e ativa, lavagem de dinheiro e associação ou organização criminosa.