-
30/06/2020 às 09h02

Maduro expulsa embaixadora europeia da Venezuela

Mundo
Maduro expulsa embaixadora europeia da Venezuela

Líder chavista acusou Bruxelas de “se ajoelhar” para o presidente dos Estados Unidos.


O ditador Nicolás Maduro decidiu expulsar, nesta segunda-feira (29), a embaixadora da União Europeia da Venezuela.


A decisão acontece após o bloco europeu anunciar sanções contra 11 funcionários do regime chavista por agirem contra os representantes eleitos democraticamente para a Assembleia Nacional.


Em cerimônia no Palácio de Miraflores, Maduro afirmou que deu prazo de três dias para que a diplomata Isabel Brilhante Pedrosa deixe o país: 


“Quem são eles para tentarem se impor através de ameaças? Já basta! Por isso, decidi dar 72 horas para que a embaixadora da União Europeia abandone nosso país.”


Maduro disse que as novas sanções revelam a “posição arrogante” do bloco europeu, que acusou de agir com “racismo” contra o país latino-americano.