-
04/01/2021 às 09h56

Maior filamento intergaláctico já descoberto é identificado

Estilo
Maior filamento intergaláctico já descoberto é identificado

Estrutura de proporções inimagináveis foi identificada através do telescópio eROSITA.


Filamentos intergalácticos são, basicamente, estruturas compostas por gás cósmico que envolvem e conectam galáxias e aglomerados galácticos. 


Estes filamentos formam uma rede que se estende pelo Universo, alcançando dimensões extraordinárias. 


Recentemente, uma equipe de cientistas da Universidade de Bonn, na Alemanha, anunciou a identificação do mais longo filamento intergaláctico de que se tem notícia. 




O filamento em questão estende-se por pelo menos 50 milhões de anos-luz. 


A estrutura de proporções inimagináveis foi identificada através do telescópio espacial eROSITA, do Instituto Max Planck de Física Extraterrestre. 


Este telescópio alemão é dotado de componentes supersensíveis à radiação de raios-X, que é emitida pelo gás que compõe os filamentos intergalácticos. 


Dessa forma, os pesquisadores foram capazes de gerar imagens em altíssima resolução de estruturas cósmicas. 


Além disso, foi graças à capacidade do equipamento que os astrônomos conseguiram estudar as galáxias que formam os conglomerados, detectar o imenso filamento que envolve e conecta o trio.