-
28/03/2019 às 20h10

Médica exige que paciente a chame de 'Doutora' em um hospital de Cuiabá

Cidade e Cotidiano
Médica exige que paciente a chame de 'Doutora' em um hospital de Cuiabá
Foto ilustrativa / Reprodução Internet

É bom lembrar que, o título de "Doutor" é apenas para quem concluiu Doutorado. A tradição faz com que sejam chamados de Doutores mas o correto é que nenhum médico, dentista, veterinário, advogados entre outros profissionais sejam realmente Doutores tendo apenas uma graduação e/ou uma especialização.


Aconteceu em Cuiabá algo constrangedor para o Sr. Eduardo, o mesmo compareceu na 1ª Delegacia de Polícia Civil no domingo (24/03), e registrou um boletim de ocorrência em desfavor de uma profissional da medicina de um Complexo Hospitalar em Cuiabá.


Ele narrou no boletim de ocorrência nº2019.89856, que sua esposa Yasmim estava internada por conta de um procedimento de ‘Parto Cesariana’ e outros problemas decorrentes da gestação, onde o mesmo gravou um áudio da médica que demostrava certo descontrole, e teria exigido ser chamada de "doutora", tendo dado tapas na mesa aos gritos, quando inquerida pela paciente sobre algumas situações. Fato ocorrido dentro da UTI Neonatal.


Eduardo relata ainda que no dia 20 de março de 2019, requereu o histórico de internação/clínico de sua esposa e do recém-nascido. E que até o registro da ocorrência não havia sido entregue pela médica, e nem mesmo pela unidade hospitalar.


Segundo prevê "O Código de Ética Médica" estabelece em vários dispositivos o dever de preservação da dignidade do paciente, entre eles que o médico guardará absoluto respeito pelo ser humano e atuará sempre em seu benefício, O caso será investigado pela Polícia Civil.


Outro Lado


A reportagem do Jornal Página do Estado tentou contato com a médica do complexo hospitalar em Cuiabá, que informou através de uma pessoa da UTI Pediátrica do Hospital, que a médica entraria em contato com a redação. No entanto até o fechamento da matéria não retornou as ligações.


Com informações de Marreta Urgente e Jornal Página do Estado


- NOTA DE ESCLARECIMENTO -

 

O Complexo Hospitalar de Cuiabá informa que tomou conhecimento sobre o caso envolvendo uma profissional de seu quadro clínico e familiares de um paciente, ocorrido dentro da UTI Neonatal. 

 

Em primeiro lugar é importante ressaltar a criança recém-nascida, que estava internada em estado grave, já teve alta graças ao desempenho e profissionalismo da equipe que trabalha na unidade.

 

A discussão ocorrida está sendo averiguada juntamente com a nossa equipe jurídica, para que todas as medidas cabíveis sejam tomadas. Mesmo sabendo que o áudio vazado apresenta cortes e foi apresentado de forma descontextualizada, a diretoria do Complexo Hospitalar de Cuiabá  colocou-se à disposição para esclarecer o fato.

 

Reafirmamos à sociedade o nosso compromisso e missão em atender bem e dar todo suporte de forma humanizada e satisfatória aos nossos pacientes e familiares.

 

Complexo Hospitalar de Cuiabá

Sheyla

Com essa arrogância e passando por cima do código de ética de sua profissão, podemos desconfiar que a senhora "doutora" não tenha passado nem perto de um doutorado.

30/03/2019 10:25