-
11/06/2019 às 13h31

MORO E BOLSONARO JUNTOS: A foto falou por si

Política
MORO E BOLSONARO JUNTOS: A foto falou por si
Reprodução Internet

O Ministro da Justiça Sérgio Moro permaneceu ao lado do Presidente Jair Bolsonaro durante cerimônia presidencial na manhã desta terça-feira (11).


Sérgio Moro, que teve o celular hackeado e conversas privadas vazadas, da época em que ainda era juiz federal, compareceu ao evento a convite de Bolsonaro, na manhã desta terça-feira (11), no Palácio do Planalto, em Brasília, e esteve durante toda a cerimônia ao lado do Presidente Jair Bolsonaro e do vice-presidente Hamilton Mourão. 


Segundo o analista político, Manoel Carlos, a foto deve ser considerada uma resposta aos ataques de parcela da mídia, opositores e OAB contra o Ministro da Justiça do governo Bolsonaro. 


“A foto em sequência, Onyx Lorenzoni, Sérgio Moro, Jair Bolsonaro e Mourão representa claramente uma resposta firme aos ataques, a união dos principais nomes do governo em torno do Ministro Moro é um sinal de apoio e união”, disse Manoel Carlos.


Em agenda oficial, o presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, recebeu o Ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, no Palácio da Alvorada, em Brasília, na mesma manhã. 


O encontro ocorrido nesta manhã foi a primeira reunião do Ministro e do Presidente após o vazamento de supostas mensagens trocadas entre Moro e Deltan, do Ministério Público Federal. O conteúdo foi obtido de forma criminosa, segundo fontes.


A Polícia Federal já instaurou investigação para apurar o vazamento. 


Para alguns analistas, os ataques de hackers em celulares de procuradores da República integrantes da Operação Lava Jato e no aparelho do próprio ministro da Justiça tem o objetivo de impedir a aprovação do pacote anticrime do Moro e atrapalhar a aprovação da Reforma da Previdência.


O presidente já afirmou de sua confiança em Sérgio Moro e reiterou essa narrativa na última em conversa com o Secretário de Comunicação da Presidência, Fabio Wajngarten. 


O Deputado Eduardo Bolsonaro chegou a dizer que Moro é a vítima nessa história.