-
15/12/2016 às 06h14

Pequim: alerta vermelho e rodízio de veículos por poluição do ar

Mundo
Pequim: alerta vermelho e rodízio de veículos por poluição do ar

Pequim emitiu seu primeiro alerta vermelho de poluição atmosférica de 2016 nesta quinta-feira (15), devido à previsão de que um névoa tóxica cobrirá a cidade e áreas vizinhas no norte da China durante os próximos cinco dias.

A partir das 20h desta sexta-feira (16), será adotado um sistema de rodízio que tirará de circulação metade dos carros particulares de Pequim, de acordo com um aviso publicado no site oficial do governo municipal.

Os locais de construção serão fechados, e algumas fábricas e empresas irão limitar ou interromper sua produção, disse o comunicado.

"Os jardins de infância, escolas primárias e secundárias podem funcionar em horários de ensino flexíveis ou fechar", acrescentou.

O "alerta vermelho", o mais alto do sistema de quatro níveis de advertência de Pequim, é emitido quando há previsão de que um episódio grave de névoa tóxica dure mais de 72 horas.

Em dezembro do ano passado, a capital emitiu seu primeiro alerta vermelho desde a adoção, em 2013, de um programa de resposta de emergência para a poluição do ar.

A poluição atmosférica que afeta Pequim regularmente, assim como a maior parte das emissões de gases de efeito estufa da China, é gerada principalmente a partir da queima de carvão usado para produzir eletricidade e aquecimento.

POLUIÇÃO PELO MUNDO

No início de dezembro, Paris enfrentou uma grave situação com o pior episódio de poluição invernal da última década. Também foi instituído rodízio de veículos na cidade.

Já no início de novembro, Nova Délhi apresentou níveis históricos de poluição, sendo necessário, inclusive, o fechamento temporário de escolas.